domingo, 8 de abril de 2018

VIREI A PUTA DE UM MENINO parte 3


Sou casada, me chamo Beatriz tenho 36 anos e o que vou relatar aqui aconteceu comigo a 5 anos atrás quando meu filho tinha 14 anos e fazia judô, eu malho todo dia e tenho um corpo bem malhado e bem definido bumbum GG e seios médios, loira 1,78m e 60 quilos.

Como já havia relatado no conto anterior André meu amante virou meu cafetão, e marcou dois programas com o porteiro de me prédio e com 3 amigos dele, ele dormiu em minha casa, no outro dia eu estava cansada de todo sexo feito no dia anterior e toda ardidinha, quando acordei ele já ainda estava deitado e pelado na minha cama, fui para a cozinha e preparei um café. 


O interfone tocou e era o Sr. Alfredo, ola Senhora Beatriz eu gostei muito de ontem e queria repetir mais que só poderia pagar no próximo mês, eu fiquei furiosa mais me deu um tesão ao lembrar que ele me fez gozar na boca dele, eu falei para ele que não me liga-se mais, quando ouvi o André na extensão dizer, não tem problema não. Venha agora que ela terá um prazer em atender e quanto ao pagamento não se preocupe como sei aonde você trabalha depois eu cobro e por ela ter destratado o senhor terá um bônus, ele desligou quando entrou na cozinha e me disse que eu sou sua puta e que não era para tratar mal os clientes, e sorriu passou por mim deu um tapa na minha bunda e disse este será o bônus do velhinho...

Mandou eu tomar um banho e coloca uma lingerie para deixar velho doido, então obedeci, quando eu sai do quarto só de lingerie preta toda minúscula, e ainda ficava menor no meu bumbum que e grande, o Sr. Alfredo estava sentado com o André, e ele falou da uma voltinha quando eu virei de costa ele falou hoje vai enrabar esta puta, ela ama dar o cu. 

Vai pode meter, mas como é um bônus, você pode chamar mais uma amigo seu, quem você quiser, mais tem de ser agora, ele pegou o celular e ligou, chamando o filho dele, era o Antonio era um homem de 45 anos branco igual ao pai dele, quando chegou, olhou para mim e disse assim você mata o velho, esta aki é a puta casada que o senhor falou meu pai, poxa se for na rua não da para nenhuma outra rsrs, eu me assustei, então eles vieram para cima de mim e começaram a me chupar todinha então o Sr. Alfredo veio e me beijou a boca, quando ao mesmo tempo senti a língua do filho dele na minha virilha e ele pegou e tirou minha calcinha e ai meteu a língua na minha xana, fiquei louca de tesão, eu olhei para o André e ele estava no telefone eu como sempre fiquei assustada, mas os dois homens estavam sendo tão gentil.

O Sr. Alfredo falou no meu ouvido fique de 4 quero o meu bônus, eu fiquei com medo pois seria meu primeiro homem de pau maduro a me enrabar, mas estava entregue ao desejo, então obedeci, ele se posicionou e começou a lubrifica meu cu com a sua língua e saliva, ele começou a enfiar eu me retorci ele me acalmou e disse calma Dona Beatriz seu cu e apertadinho e vou amar meter nele então foi empurrando devagar, eu estava acostumando com a dor e seu filho veio e mandou eu chupar o pau dele e eu comecei, pedi para tirar que estava doendo, quando ele ia tirando o André veio pegou no meu bumbum abriu com as duas mão e puxou com força fazendo o pau do Sr. Alfredo entrar todinho eu gritei e levei tapa na bunda que rebolei e ai o Sr. Alfredo falou no meu ouvido é assim que você gosta né puta.

Ele começou a bombar e bater na minha bunda com força o seu filho então me pegou a cabeça com força e começou a foder minha boca com força eu engasgava e ele enfiava todo eu babava, eles então mudaram eu sentei na rola do Antonio e seu Alfredo veio e meteu no meu cuzinho de novo fazendo um sanduiche eles batiam em mim na bunda na cara nos seios, em todo lugar, mordiam minhas costas e seios eu fiquei maluca e rebola feito uma doida, eles me xingavam de puta, piranha, e eu amava aquilo, então os dois gozaram(sempre com camisinha), eles se levantaram e André falou que acabou o bônus, e os mandou saírem.

Eu estava ainda meio cansada, deitada no sofá de costas, quando sentir o André colocar o pau dele na minha bunda e enfiar com força eu já estava cansada nem fiz nada eu só gemi alto, e ele socava com força e disse nossa o velho te arrobou o cu, fodeu e logo ele gozou, e saiu de cima de mim, eu sai fui ao meu quarto e fiquei pensando no que estava acontecendo, pensei no meu marido, no meu filho, mais quando pensava neles eu só lembrava do André me fodendo não saia de minha mente ate o que ele estava fazendo comigo, então ele entrou no meu quarto, só que dessa vez ele foi gentil e começou a me acariciar beijar minhas costas e até que me beijou na boca um delicioso beijo que fiquei molhadinha, e falou estou apaixonado pela Senhora, fiquei sem resposta, e me perdi no beijo dele, então ele me falou que iriamos a uma festa que eu seria a namorada dele.

Antes de sair disse vai bem gostosa eu volto mais tarde para irmos vou em casa banhar e trocar de roupa. Eu me arrumei, quando ele chegou e me viu num vestidinho tubinho, com salto alto ele ficou de boca aberta.

-eu falei, o que foi André!

Ele disse nossa você esta maravilhosa, e aonde nós vamos, e ele me falou vamos a uma festa, ele falou que era na casa de um primo dele, peguei as chave do carro e fomos, ao chegarmos lá era cheia de negros e jovens e muitas meninas de mulher mesmo só euzinha, então a única loirona grande era eu e todos me olhavam as meninas com inveja e os meninos com cara de gulosos tarados rs .André me apresentou a uns amigos dele, e abraçado a minha cintura as vezes pegava na minha bunda para todos verem eu rebolava e empinava fazendo todos babarem, André saiu e voltou esfregando as mãos e sorrindo para mim, pegou em minha mão e me puxou me levando para um lado da casa, chegando lá ele mandou eu me ajoelhar e mamar ele, eu olhei não vi ninguém e obedeci e comecei a mamar meu macho ali estava uma delicia, ele logo gozou eu suguei tudo.

Você é minha puta né Beatriz -perguntou ele. Como resposta eu disse sim André, ele falou podem entrar, entrou 3 jovens negros novinhos na idade de 13 anos, ele mandou eu mamar todos eles, então eu so olhei para as carinhas e eles vieram, e baixaram as calças e eu mamava e punhetava até fazer todos gozarem, então André me pegou me tacou um beijo na boca e fomos embora, quando voltávamos, ele pediu para eu parar o carro colocou o pau para fora e mandou eu chupar de novo, eu chupei ele, ele mandou eu ir para o banco de traz e fica de 4, ele deu a volta e colocou minha calcinha de lado e meteu na minha xana eu logo gozei, ele tirou e me enfio no cu e bombou forte eu gemia alto, ele então gozou forte no meu cu, ficamos uns segundos e seguimos deixei ele na casa dele e depois fui para minha casa.

Chegando em casa não conseguia dormir o telefone tocou o André me ligou, e perguntou se eu estava com vontade de dar, eu disse que sim pois estava viciada agora, ele falou liga para o seu Alfredo e chama ele para ele te fuder, eu falei que não, então ele falou mais eu já liguei para ele subir ai quero ouvir ok não desligue o telefone quero ouvir você dando para ele, eu fui abrir a porta e o Sr. Alfredo, entrou e me puxou e disse que agora eu seria a noite toda a puta dele, e puxou meu vestido e mandou eu baixar sua calça e mamar ele, eu fiz ele então falou vamos para sua cama, ele me levou para lá me deu aquele banho gostoso de língua e depois ele me fodeu gostoso, gozamos ele era foda me fodeu a noite toda. André ouviu até certa hora e depois ele desligou, Eu e o Sr. Alfredo, que metemos a noite toda. Depois ele me confessou que tomou a pílula azul. Rsr beijos a todos Bia. comentem ok lindos beijosss


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...