terça-feira, 9 de junho de 2009

o preço que pago - o estupro da minha filha


...continuação de O preço que pago até hoje

Hoje mais uma vez venho contar a minha triste estória como um erro pode estragar a vida de alguém pra sempre:

Como disse no outro conto ele disse antes de eu sair da chácara que no fim de semana queria minha filha, minha linda filhinha, tão frágil, tão meiga, minha filha mara tem só 17 anos é loira, pernas grossas e bunda arrebitada igual a minha, depois que cheguei não consegui parar de pensar no que ele fará com ela.



Terça feira ele me liga e diz: Vadia, tem grana? Eu disse que não, pois já havia dado todo dinheiro que sobrara pra ele, tinha pago as dispesas e o restante ele tomou, sabendo disso ele disse vem pro centro da cidade, vai ter outra festinha hoje eu ainda tava toda machucada da outra noite, mas ele não quis nem saber, quando encontrei ele no centro ele disse nós vamos pro apartamento de um amigo e te prepara só tem cara taludo na mesa já comecei a chorar, então ele me deu um beliscão forte na coxa e disse "para de fazer escândalo, até agora não quis a mara mas posso me cansar de você, já falei puta." nisso me controlei ou fingi que me controlei.


Saímos pro apartamento do amigo dele, chegando lá ele fala pro amigo que precisa do quarto emprestado um pouco pra me amaciar , ele me puxa pelo cabelo, me leva pro quarto e começa a tortura, surra de cinto, com força e ele dizendo não grita, pensa na putinha, não grita que vai ser pior e trata meus amigos direito eles tão pagando bem quando a surra acaba ele manda os amigos entrarem e começa a curra, os três me comem de todas as maneiras revezando botando rola em tudo quanto é buraco e o pior ele diz ela só goza apanhando , então eles começam a me bater e nisso a coisa prossegue, muita rola e muito soco, tem horas que eles param de me comer e eu caio no chão e eles começam a me chutar, fico com a boca do estomago doendo muito e agora vem a parte mais triste desse conto.


Enquato eu era brutalmente estuprada Mario liga do meu celular pra minha filha dizendo que me seqüestrou e que ela tem que levar R$2.000 pra uma chácara senão eu morria, ela chorando disse que não tinha o dinheiro, ele então disse que ela levasse qualquer bem nesse valor. Mara juntou algumas coisas colocou no carro e foi pro local mandado, no caminho ela foi inteceptada por Mario e dois amigos e ela disse que tinha feito o que eles tinham mandado, mas ele disse que a minha vida dependia dela se ela fosse uma boa menina talvez eu voltasse viva pra casa em prantos ela disse que faria tudo o que eles quisessem e já fizeram uma suruba dentro do carro.


Mario quis experimentar tudo logo mandou ela fazer um boquete, como mara tinha pouca experiência ele já foi logo batendo cada mordida que ela dava ele já dava um tapa nela, nisso ele disse que tava na hora da brincadeira ficar melhor , ela estava com uma saia e um top ele mandou tirar tudo ela só ficou de salto alto então ele sentou no capo o outro veio por trás e meteu na buceta dela e o terceiro ficou se masturbando enquanto cada carro que passava ele pedia pra diminuir e apontava pra olharem os casais cobriam o rosto mas quando passavam só homens minha filha levava nome de puta, vadia, cadela, nisso só de sacanagem o que estava comendo a xana dela meteu no cúzinho dela sem piedade, mara gritava tentava sair mas Mario gritava lembra da mamãe senão ela morre , então ela ignorava a dor e tentava fazer o melhor possível.


Então eles colocaram ela dentro do carro e ela reclamava muito então eles obrigaram ela a vir fazendo boquete durante toda a viagem, no caminho pararam num lugar ermo que era parada de caminhoneiros, Mario chama uns caras e diz que ela era uma piranha mas que não cobrava pra fuder e que tava no cio, Mario levou Mara pra uma carreta a coloca na cabine no inicio os caras fazem fila pra ir de um em um, mas Mario diz não ela só curte de três em três então eles entram e a sessão de estrupro recomeça, tinha horas que ela nem sentia mais os paus, quando desmaiava eles tiravam ela da carreta e davam um banho, enxugavam e começava de novo.


Depois disso levaram-na pra maldita chácara, nunca tive uma decepção tão grande, eu ja estava la na chácara lá dentro o cel. toca o amigo de Mario atende e diz que entendeu o recado, nisso eu começo a apanhar de cinto de novo e disse vamos fazer outra curra e cada vez que eu tirar o pau da tua boca você vai gritar que quer mais rola se não fizer isso já sabe o que acontece, mas antes não custa relembrar eles saem de mim e começam a me bater, o amigo de Mario diz que eu fico linda de olho roxo, então manda outro cara segurar meu rosto eu tento me defender mas ele dá o primeiro soco, eu sinto a dor e o olho fechando então ele manda me segurar outra vez e me bate de novo, ficando com o outro olho machucado.


Já debilitada devido as surras ele manda eu fazer o que ele disse então ele manda eu sentar com o cú numa rola, nisso o outro entra na buceta levantando minhas pernas e metendo com força, então começo a chupar o colega de Mario, ele tira uma vez e olha pra mim e eu grito o mais alto que posso"- eu quero mais rola, muito mais , há, gostoso, quero mais rola " nisso que tristeza Mario grita do outro lado da sala "-olha o que a puta da tua mãe ta fazendo " nisso ela começou a chorar não acreditando no que a mãe ta fazendo quando quero tirar a rola da boca o cara diz lembra do que eu disse e tira o pau da minha boca e eu pra não ver minha filha sofrer grito Por favor não tira o pau da minha boca não eu quero, eu preciso chupar mais, sentir a porra na minha boca nisso Mario diz vou ficar com a vadiazinha no quarto, leva ela e volta e diz "não se preocupa contando os amigos que levei, mais os caras que comeram ela no posto ela já transou com doze não tem mais cabaço em lugar nenhum mas agora cansei de você e as curras vão ser só com ela." e foi pro quarto mas isso é outra história.


2 comentários:

  1. Não li o outro conto mas esse foi terrivel sou homem mas tem homem que é pior que animal mulher se da prazer não tortura carinho e atenção e amor e por isso que tem tantas lésbicas

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...