segunda-feira, 14 de agosto de 2017

minha esposa me fez de corno e algo mais

Eu e minha esposa somos casados à 5 anos, moramos no Rio de Janeiro, onde possuímos uma cobertura muito bem localizada, e por este motivo recebemos muitos amigos e parentes de outros estados. 

Em dezembro de 2016 recebemos um primo de minha esposa que mora em Goias, sempre fomos muito hospitaleiros, quando ficamos sabendo que ele viria para nossa cidade nos preparamos para recebê-lo.

Esposinha se divertindo na balada

Minha esposa e eu nos amamos muito e somos muito safados na cama, gostamos sempre de fantasiar minha esposa com outro, isso nos solta ainda mais e gozamos loucamente, sempre incentivo ela a colocar roupinhas bem curtinhas e quando vamos a bares peço pra ela sentar como se estivesse distraída deixando a calcinha amostra, e adoro quando ela põem blusinha sem sutiã que deixa o biquinho do peitinho quase furando a blusinha, quando saímos a noite gosto quando os caras ficam olhando e desejando minha esposa, mas nunca passamos disso; até aquela sexta feira a noite, que vou relatar aqui. 

domingo, 6 de agosto de 2017

CASEI, MAS VIREI ESPOSA



Conheci minha esposa em um site de namoros. Nunca achei que poderia encontrar alguém interessante por lá, até que ela apareceu. Viu meu perfil, me achou interessante, e me mandou uma mensagem. Quando vi suas fotos, achei logo que se tratasse de um perfil Fake. Era gostosa demais pra estar solteira, deliciosa demais pra precisar da ajuda de um site de relacionamentos pra arrumar um namorado.

Conversamos durante semanas, e mesmo ela me mandando fotos, mesmo conversando horas pelo Skype, eu sentia que havia algo estranho. Quando começamos a ficar, quando os amassos começavam a ficar mais intensos, ela recuava. E isso me deixava doido! Ela dizia ser virgem, que era pra irmos mais devagar, mas aquele corpo de deusa me tirava do sério. 

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Sem emprego, virei garota de programa.

Meu nome é Simone, sou de uma cidade do interior de São Paulo, tenho 19 anos, cabelos pretos e lisos até os ombros, olhos verdes claros, estatura média, manequim 38, me acho uma garota atraente. Nesta minha cidade (por ser pequena prefiro não citar o nome), é tudo muito parado, minha família é muito simples. Meu sonho era de conhecer Santos, Cidade praiana do Estado de São Paulo.

Recebia cartas de uma prima minha que estava morando em Santos, nas cartas, Renata (nome de minha prima), me convidou para ir morar com ela. Achei o máximo. Falei com meus pais e depois de muita briga eles acabaram concordando. Peguei o primeiro ônibus para Santos. 

Meu marido me fez garota de programa para o gringo

Sou morena, 1,70, 62kg, olhos verdes e casada a 2 anos. É o meu segundo casamento, sendo que no anterior casei muito cedo e acabamos nos divorciando. Fiquei alguns anos solteira e casei novamente a 2 anos atrás.

Meu marido atual é moreno, 1,85, 85kg. Ele é muito liberal, e desde que nos conhecemos deixa claro que gosta quando me visto bem e deixo outros homens loucos.

A algumas semanas meu marido recebeu um chefe dos Estados Unidos na empresa onde ele trabalha. Me contou que o gringo era o maior tarado e vivia fazendo festas a noite. Disse que ele pagava super bem em dólares para garotas de programa e passava as noitadas num hotel de luxo.

sábado, 22 de julho de 2017

SEDUÇÃO FORÇADA DA MINHA ESPOSA (an american tale)

Minha esposa Brenda tem uma irmã chamada Tammi, alguns anos mais nova que ela, que sempre foi meia rebelde. Minha esposa, timida e educada, normalmente ficava horrorizada com as informações sempre recentes das façanhas sexuais da sua irmãzinha. Não que ela a condenasse, mas simplesmente não entendia. 

Eu, por outro lado, sempre fui fascinado e, frequentemente, despertado por essas ações e por sua aparência. Ela ficava espetacular em uma simples mini-saia, e eu adorei ouvir da minha esposa as coisas que Tammi havia dito sobre o pau (grande) do seu último amante. Eu esperava, de fato, que a influência de Tammi corrompesse a minha esposa. 

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Forcei minha mulher entrar na suruba

O fato que vou narrar aqui não me dá nenhum orgulho, pelo contrario, foi um desejo incontrolável que por pouco não destruiu meu casamento, minha família e minha vida. Vou me apresentar com o nome fictício de Marcos, tenho 45 anos e minha esposa Ana tem 40 anos uma linda mulher, de rosto angelical, seios grandes e firmes e uma linda bunda redonda, somos casados a 22 anos e tínhamos um casamento digamos que com padrão normal.

Uns dois anos atrás fui contratado para trabalhar numa multinacional que estava abrindo uma unidade na região metropolitana do Recife, e durante o período de implantação estaríamos tendo apoio da unidade de São Paulo que é a matriz aqui no Brasil, de lá veio o meu supervisor que passaria uns seis meses morando aqui para nos assessorar melhor, um norte americano de olhos azuis, 50 anos chamado Mike que já mora no Brasil a mais de 25 anos, um cara gente boa e logo de inicio fizemos amizades, almoçávamos sempre juntos, saíamos após os expediente para beber umas cervejas e aos poucos fui conhecendo melhor sua vida, casado a 15 anos com Sabrine uma paranaense de 35 anos de descendência alemã, e pela foto dela que ele me mostrou vi que era uma linda mulher, nossa amizade seguia normal.

Emprestando até a mulher pro patrão.

Estava com meus 25 anos quando meu pai me arrumou um emprego de motorista de um grande empresário, proprietário da maior firma da nossa pequena cidade. Dr. Acácio já passava dos 50 anos, mas era um coroa bonitão e bem conservado.

Sabia que muitos tinham inveja de mim por dois motivos: Eu me casei com uma das meninas mais bonitas da cidade e tinha um relacionamento muito íntimo com o Dr. Acácio que fazia questão de que eu não o chamasse de Dr. Minha esposa Michele estava com 24 anos: morena, inteligente, magra de bundinha arrebitada e seios médios. De tanto estarmos juntos, Dr. Acácio foi adquirindo uma confiança tão grande em mim que passou a me contar coisas sobre sua vida particular. Eu sabia que ele andava com o casamento estremecido, sua esposa Marta já praticamente não mais ligava pra sexo e vivia só fazendo viagens pra outros países sem nenhum motivo aparente...

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Tornei-me PUTA sem perceber II

continua de: Parte 01

Na seqüência destas minhas memórias, recordando quando fui passar uns dias no sitio dos meus pais, eu tinha 21 para 22 anos, namorava o homem que hoje é meu marido e era praticamente virgem, pois nunca havia dado o cu, entre outras fantasias, tinha muita vontade de ser enrabada, mas o pau do meu namorado era grosso e me deixava com medo de dar o meu cu para ele, sem contar que sexo anal era tabu na época. 

Nestes três dias em companhia da minha prima já tinha experimentado mais sexo e realizadas mais fantasias do que em todos meus 21 anos de vida e o principal ainda estava por vir, pois minha prima se mostrava uma grande cafetina determinada a me prostituir, e eu estava começando a gostar e me excitar com a idéia.

domingo, 25 de junho de 2017

Minha esposa grávida do meu amigo

Eramos casados há cinco anos já, e apesar de ter tentado, Mary não conseguia engravidar. Mary tinha seus 25 anos, cabelos longos e lisos, um rosto muito lindo e corpo que chamava atenção na rua por onde passava.

O sexo era muito bom nessa época, transávamos varias vezes por semana, mas nada de Mary engravidar, e isso começou a desgastar nosso relacionamento, pois era seu maior sonho.
Após conversas e mais conversas fomos ao médico , exames e mais exames, e descobrimos que eu não podia ter filhos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...