quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Como meu patrão tornou-se amante de minha mulher 10


Continua de:

O restante daquele dia eu passei pensando no acontecido e com a imagem da minha linda esposinha sendo possuída tão maravilhosamente pelo nosso patrão, o que para a maioria dos homens poderia ser o fim de um relacionamento e até mesmo o acontecimento de uma tragédia, para mim era completamente ao contrário, eu sentia prazer e tesão em participar da cumplicidade com minha esposa, e estava feliz por sentir assim. Durante o dia sempre que podia eu ia até Julia que estava ocupada com os afazeres domésticos e a beijava, dizia o quanto a amava, passava a mão na xaninha

Como meu patrão tornou-se amante de minha mulher 9


Continua de:


Depois que o dois gozaram, ficaram por uns 15 minutos deitados conversando, nosso patrão estava deitado de costa, Julia aproximou-se dele deu um beijo em sua boca e deitou-se entre as suas pernas ficando também de costas, ele logo esticou a mão e direcionou para a xaninha de minha mulher e ficou alisando, Julia com uma das mãos alcançou o pau dele e ficou masturbando bem suavemente.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Como meu patrão tornou-se amante de minha mulher 8


Continua de:

Quando seu Alfredo retornou, Julia continuava na mesma posição, ele deitou do lado dela com uma latinha de cerveja na mão e com a outra alisava a bundinha linda de minha mulher. Ele dizia que ela tinha uma bunda muito bonita e sempre que podia, disfarçadamente ficava olhando, mas que agora ele podia tocar, apalpar e até mesmo acariciar e que estava muito feliz por isso. Julia fez menção de se virar, mas ele a segurou e disse: “Fica assim menina, quero ficar admirando seu corpinho lindo e acariciar bastante esta bundinha que sempre desejei...”. Do lado de fora do quarto meu pau já dava sinal de vida novamente, era uma sensação incrível, o normal era eu estar enciumado, mas não, eu estava curtindo muito aquela situação, meu tesão aumentava cada vez que meu patrão passava sua mão entre as nádegas de minha esposa e levava seu dedo até sua xoxotinha, eu realmente estava gostando daquilo.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Como meu patrão tornou-se amante de minha mulher 7


Continua de:


Finalmente era o dia da chegada de seu Alfredo, Julia estava nervosíssima, ficava todo tempo me perguntado que roupa deveria vestir qual a calcinha que iria causar maior impressão em nosso patrão, para acalmá-la eu dizia que ela era linda que qualquer jeito ela estivesse ele iria adorar, alisas a roupa você vai tirar ele quer você peladinha, ela sorria e vinha com a mesma 
pergunta: “ Amor você vai ficar bem...?” para acalmá-la de uma vez por todo eu dizia que não via o hora de vê-la transando com seu Alfredo.
Estava chegando a hora, nosso patrão iria aparecer a qualquer momento, então combinamos que quando ele perguntasse sobre mim ela deveria dizer que eu tinha ido à cidade a fim de escolher um carro para comprar e que voltaria só depois do almoço, assim ele sentiria a vontade para transar com ela e não inventar desculpa para levá-la para outro lugar, sem falar que eu poderia assistir tudo de camarote, digo pela janela..rsss....

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Como meu patrão tornou-se amante de minha mulher 6


Continua de:


Para quem está lendo este conto sem ter lido as partes anteriores, sugiro que as leiam primeiro, pois só assim ficará sabendo como nossa história começou.


Durante os quinze dias que seu Alfredo esteve fora em viagem, apenas dona Laura com umas amigas apareciam na casa da praia, sempre gentil e educada conosco, nos convidava para almoçar com eles todas as vezes que se reuniam lá, mas para que eles ficassem mais a vontade não tendo que dar atenção para nós, assim podendo concentra nas conversas que diziam a respeito de suas próprias vidas, nós não aceitávamos o convite e fazíamos a refeição em nossa própria casa. Dona Laura esteve umas duas vezes em nossa casa ensinando Julia a navegar na internet e a lidar com o computador que era uma novidade para nós, minha esposa estava muito feliz com o presente de nosso patrão. Assim os dias foram passando.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Como meu patrão tornou-se amante de minha mulher 5


Continua de:

O relato de Julia – “Que quando seu Alfredo a chamou para ajudá-lo a separar alguns mantimentos para ele levar, percebeu que estava com má intenção, pois ele nunca havia pedido isso antes e por ela o ter masturbado na beira da piscina, ele iria querer ir mais além. Mesmo sabendo disso ela não tinha como dizer não e negar um pedido do patrão.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Como meu patrão tornou-se amante de minha mulher 4


Continua de:

Já era quinta feira eu e Julia não tocamos mais no assunto, sentia um frio na barriga cada vez que me lembrava do fato, mas não mencionava uma só palavra a respeito para minha mulher. Na hora do almoço o telefone tocou, era seu Alfredo dizendo
que viria para tomar um sol na piscina e gostaria que nós o acompanhasse, expliquei para minha mulher o que seu Alfredo queria ela ficou super nervosa, pois lembrou do pedido que ele havia feito a ela quanto ao biquíni, eu tentei tranqüilizá-la dizendo que não havia nada de errado em ela atender o pedido de nosso patrão, ela retrucou dizendo que eu deveria ficar com ciúmes e não a incentivando a colocar o biquíni, eu disse que estava sim com ciúmes, mas que seu Alfredo podia apenas olhar e olhar não tirava pedaços.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Férias na Jamaica – 3º dia – Continuação


Continua de:
Férias na Jamaica – 1º dia
Férias na Jamaica – 2º dia
Férias na Jamaica – 3º dia

Esse relato é final do nosso terceiro dia

A Julia foi até o banheiro, acendeu a luz e deixou a porta meio aberta para que entrasse um pouco de claridade, quando ela deixou a porta nessa posição o Garreth apagou a luz do quarto e a Julia, com uma só passada de mão, tirou todas as roupas que estavam em cima da cama as jogando no chão e deitou-se nela com os braços esticados a cima da cabeça, deixando à mostra aquela bucetinha linda e raspadinha.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Férias na Jamaica – 3º dia


Continua de:

Acordamos cedo, tomamos café e nos dirigimos para o atracadouro onde ficava o barco. Ao chegarmos informamos nossos nomes e fomos perguntados sobre nossos conhecimentos de mergulho, informei que já havia feito alguns, e minha esposa nunca havia mergulhado antes, o rapaz então me perguntou se por acaso eu tinha como comprovar (aulas de mergulho, carteira de mergulhador profissional, ou qualquer coisa que o valha) como respondi negativamente, fui colocado no mesmo grupo dos com experiência zero, ou seja, não podia mergulhar sozinho.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Férias na Jamaica – 2º dia



Só acordamos as 11:00 da manhã de segunda feira. Como já estava perto do almoço e o sol estava muito forte ficamos na varanda vendo as piscinas e comentando sobre as pessoas que passavam. A maioria das mulheres estava nua ou de top-less e quase que invariavelmente com g-strings (fio-dental). Os homens ou estavam nus ou de sunga ou de bermuda.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Férias na Jamaica – 1º dia

Eu e minha esposa resolvemos ter umas férias um pouco diferentes e depois de MUITA conversa, resolvemos que nosso destino seria um resort all-inclusive na Jamaica, o Hedonism III. O preço é um pouco alto, mas com tudo incluído (refeições, bebidas, passeios, jogos, mergulho, festas, etc.) achamos que valeria a pena, mas na realidade tudo foi muito melhor do que nós dois esperávamos.

Saímos de Vitória-ES no sábado no início da tarde com destino a São Paulo de lá iríamos pegar um outro vôo para Caracas na Venezuela e depois um outro vôo para Montego Bay, cidade próxima ao resort, já na Jamaica. Durante o vôo até Caracas nos perguntávamos se haveriam outros casais brasileiros no mesmo vôo, ou se éramos os únicos loucos a passar uma semana em um resort exclusivo para casais.

O embarque e o vôo transcorreram sem maiores problemas. Apesar de um pouco cansados, estávamos animadíssimos quando desembarcamos em Montego Bay as 08:20 da manhã de domingo.

Por volta das 10:30 chegamos ao paraíso, digo ao hotel, tudo muito lindo !!!! As quadras de tênis e o saguão. O Hotel tem o formato de um U gigante com a abertura do U voltado para uma praia privativa e no meio do hotel ficam as piscinas. Pegamos o quarto mais barato, no terceiro piso (segundo andar) voltado para a piscina. Os mais caros são os do primeiro piso (térreo) voltados para o mar.

PRIMEIRO DIA:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...